Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Secretaria de Comunicação
Início do conteúdo

ABRIGAMENTO

O abrigamento é de responsabilidade dos municípios, com apoio, orientação e acompanhamento da Defesa Civil do Estado e da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

Clique aqui e acesse a plataforma com a relação de abrigos compilada pela Sedes.


Censo dos abrigos

A Sedes também está em uma segunda frente de trabalho para caracterização dos abrigos existentes. A ação, em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul (SES-RS), Defesa Civil nacional e estadual, e os Ministérios da Saúde, do Desenvolvimento Social e dos Direitos Humanos e da Cidadania do Governo Federal, está realizando o Levantamento de Informações acerca do Abrigos Emergenciais (Censo dos Abrigos). O Censo, que coleta em loco de informações sobre as características e o funcionamento destes espaços, está em andamento. Clique aqui para acessar as informações parciais coletadas até o momento.

PORTO ALEGRE

Triagem
Ligar 156 – Opção 08
WhatsApp (51 3433-0156), opção 1
Horário de atendimento : 8h às 18h
Chamados de pessoas que, inicialmente, optaram por permanecer nas áreas alagadas podem ser feitos pelos telefones 199 (Defesa Civil) e 193 (Corpo de Bombeiros)

Crianças sozinhas

Em uma ação conjunta do governo do Estado com o Ministério Público, Tribunal de Justiça e Defensoria Pública, entre outros órgãos, foi estabelecido um comitê de crise para o monitoramento permanente de crianças e adolescentes desacompanhados dos responsáveis legais. A situação precisa ser informada aos órgãos de controle, e as crianças e adolescentes serão encaminhadas para um único local de referência em Porto Alegre e Canoas. Ações semelhantes no interior do estado também estão sendo organizadas.

Porto Alegre
Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social- plantão 24h
Av. João Pessoa, 1105 – bairro Farroupilha

Canoas
Ulbra
Av. Farroupilha, 8.001 – bairro São José

Projeto Solidariedade RS

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (Sict) está apoiando uma plataforma que conecta demandas de abrigos e instituições voltadas a ajudar vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul à população e empresas que queiram contribuir. A iniciativa foi desenvolvida de forma gratuita pela startup WideLabs.

No momento, a plataforma está recebendo o cadastro de abrigos e instituições que queiram indicar as suas necessidades. Se você é responsável por um espaço de abrigamento, clique aqui para se cadastrar.

Em breve a plataforma será aberta para que a população possa conferir os pedidos e atendê-los.

SOS Rio Grande do Sul